Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

escolhe outro

escolhe outro

Não me apetece escrever,
não me apetece falar.
Não sei mesmo o que dizer,
não sei mesmo o que pensar.


Poderia falar de ouro,
brilho e muita riqueza.
Mas não vejo esse tesouro,
vislumbro tanta pobreza.

Sobre mil luzes escreveria,
tanto brilho em tons perdidos.
Mas não quero, não saberia
ignorar os esquecidos.

Todos dizem que é Natal
numa enorme correria.
Ignoram o frio da rua, do mal
dos que se perderam um dia.

 


Nem que seja mais uma luz,
uma pequena claridade.
A vontade que conduz
mudar esta realidade.

 

Boas Festas e Feliz Natal para todos vós.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.