Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

escolhe outro

Tecno-ilusão

Não nos iludamos. Por mais belas e extraordinárias nos pareçam as tecnologias, elas não são, nem nunca foram a forma do ser humano se realizar.

As tecnologias não podem servir para fechar o ser humano em si próprio.

Antes, devem ser usadas como uma ferramenta que possibilite ajudar e interagir com os outros.

Se a tecnologia, por si só, fosse a solução, com o nível a que chegamos, já não existiriam tantos problemas por este mundo fora.

Apesar de tudo, ainda há quem pense que a tecnologia (lhes) resolve tudo.

ainda se vê o vista ?

Oh! Agora que o pessoal se rendia ao Vista (*ver nota), não é que este está com os dias contados? Já estava, mas....

Eu sei que não se deve falar das coisas antes de serem vistas... Mas não consigo! Só de pensar que o Windows 7 se chama Blackcomb! Ok. agora preparem os € para trocar de máquinas. Não? É o mais certo. E já agora quem terá tido a ideia de possibilitar este sistema com funcionalidade de touch-screen? Vamos partir os teclados de vêz. Imaginem só como vão ficar os monitores daqueles pc onde toda a gente mexe....

(* nota: não é o meu caso)

será sempre inevitável ?

Por mais que se tente, por mais que se deseje, a mentalidade humana sempre nos leva para onde nunca deveríamos querer ir.

Como algo inevitável, ou então, é aquilo que nos define. A inteligência que os humanos dizem possuir, devia levá-los noutros sentidos.

Talvez um dia isso possa mudar.

Que essa vontade escondida, só possuída por alguns, possa um dia ser realidade para todos, antes que seja tarde demais.

 

registar os momentos.

Um novo livro foi aberto.

Como tantos outros já completados, vai servir para registar nas suas páginas os momentos, as experiências, as ideias.

Um novo livro que se irá juntar a tantos outros que vão preencher a biblioteca de uma vida. Lá, onde se guardam todos eles. Onde mantemos sempre mais á vista um ou outro... os que guardam algumas das memória mais intensas.

 

Agora é tempo de voltar aos assuntos, às palavras, às imagens, às ideias.

Cruzamo-nos por aí.

Mais sobre mim

imagem de perfil

origem das ideias

Desenhos, fotografias e textos aqui partilhados são da autoria e da imaginação do ide!as. Agradeço todas a visitas, e em especial a quem aqui deixa os seus comentários. Muito obrigado.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D